Neste texto sobre pedagogia brasileira, examinaremos uma de suas qualidades mais perversas e prejudiciais para o futuridade do país e a construção da democracia: a diversidade. A diversidade na pedagogia está relacionada à diversidade na subdivisão da bonança no país.

De fato, em um país no qual as escolas públicas são precárias e subfinanciadas e a pedagogia é um bem realizado para ser comercializado e adquirido, as duas desigualdades se intensificam, formando um feroz círculo vicioso.

A concentração de bonança no Brasil é uma das piores do mundo e, por volta da dez de 1990, fomos classificados como o país mais diferenciado e desarrazoado do mundo.

Meio dos trabalhadores brasileiros

Nada pouco. Durante dos anos 90, a concentração de bonança no país mudou pouco. Foi apenas por volta do ano 2000 que essa concentração começou a declinar. Porém a partir de que começamos de uma situação bastante difícil e evoluímos bastante lentamente, hoje também estamos no grupo dos dez países mais desiguais do mundo.

A concentração da bonança brasileira é análogo que basta ter uma renda privado por indivíduo da ordem de um salário mínimo para ficar na meio dos mais abastados da indivíduos.

Observe que essa prescrição precisa ocultar todas as despesas, como estabelecimento, refeição, moda, transporte, saúde, etc. ( Para realizar parte dos 10% mais ricos, é preciso ter uma renda privado por indivíduo próxima aos quatro mil reais ou uma renda exclusivo da ordem de duas vezes isto.

A renda média do grupo dos 10% mais ricos é aproximadamente 40 vezes maior que a renda média dos 10% mais pobres. Ou seja, o que uma indivíduo concernente ao grupo dos ricos ganha e gasta em um dia, indivíduo concernente ao grupo dos pobres ganha e gasta por mais de um mês inteiro.

Inegavelmente, essa amplo diversidade na subdivisão da bonança brasileira não é um datado natural, porém um construto astucioso e comunitário para o qual a pedagogia contribui vigorosamente.

Como resultado do segundo semestre prouni 2019, as indivíduos neste grupo ocupam posições mais baixas na clube e no mundo do trabalho e evidencia rendimentos modestos: a renda média deste grupo é da ordem de um salário mínimo mensal (note que esse é um média: um grande algarismo de indivíduos nesse grupo ganha e gasta pouco que a outra meio desse grupo ).

Tendo sido proscrito do treino básico antes de quantidade findar, não foi uma escolha destas indivíduos no momento em que eram crianças e estas indivíduos são duplamente vítimas a partir de que foram excluídas do sistema colegial e ocupam posições inferiores. na clube.

Frequentar uma academia é caro

Um dos elementos mais essenciais na discórdia da corte da academia é seu esforço. Embora do feito de que não há pagamento mensal, a academia pública constantemente incorre em custos diretos e indiretos, uma vez que impossibilita que jovens e crianças participem de atividades econômicas ou contribuam trabalhos domésticas ( elaborar, cuidar de pais idosos ou irmãos mais novos, etc.), negócios que evidencia um impacto cobiçoso direto no primeiro caso e tortuoso no de acordo com.

Além disso, a frequência colegial leva a despesas diretas com materiais escolares, uniformes ( um padrão no Brasil ) e transporte, por exemplo, e custos indiretos para adquirir sapatos e moda em melhores condições que um leva para casa, sem nomear a eventualidade de ter lugar para estudar ou armazenar equipamentos escolares.